BLOGGER TEMPLATES AND TWITTER BACKGROUNDS

segunda-feira, 13 de abril de 2009

Já te ensaiei em brevidades formais, já te emprestei minha poesia sem me importar com a estética. Não te deixei ter razão, mas entreguei-te todas as minhas vontades. Fiz de ti a minha linguagem própria, dei-te todas as minhas referências. Fiz de ti o meu imperativo, sem me importar com a metrificação. O que você me deu em troca? Fez do meu imperativo o teu particípio. Fez do meu amor um verbo que se conjuga no pretérito imperfeito, considerou a minha poesia um acorde desmedido.Ironizei sua incoerência, pratiquei displicências. Teorizei suposições. Minimalistas. Simplistas. De mim. De você. De nós.

4 comentários:

Carmen disse...

Não vale esperar demais dos outros... Nós mesmos não nos damos 100%, porque o outro nos daria???

Beijaoooooooo

Fernanda Lemos disse...

ai que lindo ! (:

Juliana Rodrigues disse...

Queee liiindo.Adoro teus textos.
PARABENS ;*

Máh disse...

É assim, um dia a gente outro dia os outros

Adorei !!

Sumi nao to aki ohhh

bjus

Postar um comentário